Pular para o conteúdo
Voltar

Comunidade decide, em audiência pública, se aceita transformar escola regular em militar

Hoje, às 19h, na Escola Estadual Adalgisa de Barros, em Várzea Grande, a sociedade decide se a unidade será escola militar em 2023
Assessoria | Seduc-MT

Harleid Claiton
A | A

Pais, estudantes, professores e demais profissionais da Educação do município de Várzea Grande decidem hoje (23.01), a partir das 19h, se aceitam a transformação da Escola Estadual Adalgisa de Barros, em escola militar, a partir desse ano letivo.

 

A audiência foi convocada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), em conformidade com o que determina a Lei Nº 11.273/2020.

 

Na ocasião, a Coordenadoria de Escolas Militares, que é ligada à Secretaria Adjunta de Gestão Regional (SAGR), vai apresentar aos presentes o modelo de ensino da Escola Militar Tiradentes, que é administrada pela Polícia Militar do Estado de Mato Grosso.

 

No caso de estudantes com idade menor que 18 anos, devem ser representados pelos pais no momento da votação, que será por aclamação pela maioria presente.

 

Em Mato Grosso, são 26 escolas estaduais militares, sendo 22 com gestão da Polícia Militar e 04 sob gestão do Corpo de Bombeiros Militar.

 

As matrículas para essas unidades em 2023 já somam quase 17 mil estudantes.

 

Serviço: Audiência pública para decidir se a EE Adalgisa de Barros será transformada em unidade militar.

Quando: nesta segunda-feira (23.01)

Horário: Às 19h

Onde: Av. Governador Pedro Pedrossian - Jardim Aeroporto, Várzea Grande