Pular para o conteúdo
Voltar

Governo concede bolsas de estudos integrais para ensino superior e cursos técnicos

Investimento será de R$ 30 milhões para atender alunos da rede estadual e profissionais da educação
Rui Matos | Seduc-MT

Ana Maria Di Renzo (Unifacc), governador em exercício Otaviano Pivetta, Alan Porto (Seduc-MT), Eduardo Ferreira (Undime-MT), Gelson Menegatti (CEE) e o padre Edson Sestare (Unifacc) - Foto por: Mayke Toscano
Ana Maria Di Renzo (Unifacc), governador em exercício Otaviano Pivetta, Alan Porto (Seduc-MT), Eduardo Ferreira (Undime-MT), Gelson Menegatti (CEE) e o padre Edson Sestare (Unifacc)
A | A

O governador em exercício, Otaviano Pivetta, e o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, assinaram na manhã dessa sexta-feira (20.01), o edital que concede 1.640 bolsas integrais para que estudantes egressos da Rede Estadual e profissionais da educação façam cursos de ensino superior e técnicos na Universidade Católica de Mato Grosso. Denominado Pacto Educativo, o edital terá um investimento de R$ 30 milhões por um período de quatro anos, numa parceria com a União das Universidades Católicas de Mato Grosso (Unifacc). Metade das bolsas serão disponibilizadas imediatamente e, a outra metade, em 2025. Poderão concorrer alunos considerados hipossuficientes economicamente e em situação de vulnerabilidade social.

“O Pacto Educativo é mais uma iniciativa do Governo de Mato Grosso que terá grande impacto social. Vai atender aos que realmente precisam e reforça as demais ações que fazem parte do Programa Educação 10 anos”, disse Pivetta. Ele foi além, ao afirmar que a Educação Pública Estadual tem todos os requisitos para estar entre as melhores e mais bem avaliadas do país. “Estamos no caminho certo”.

Os cursos de graduação serão oferecidos no campus de Cuiabá/Várzea Grande nas áreas de licenciatura em Pedagogia, e bacharelado em Direito, Administração, Educação Física, Enfermagem, Biomedicina, Psicologia e Ciências Contábeis. Já os 12 cursos técnicos, que também serão ofertados aos estudantes, ocorrerão em Cuiabá, Várzea Grande, e nos campi de Rondonópolis, Sinop e Cáceres. O edital também beneficia Barra do Garças que, junto com Cuiabá e Várzea Grande, também vai ofertar o curso de pós-graduação em Gestão Escolar que será destinado a profissionais da Educação.

Segundo Alan Porto, o Governo do Estado vem dando, desde 2019, todas as condições para que a Seduc-MT continue avançando e cumpra as metas do Educação 10 anos. “São 30 políticas e mais de 130 ações já implantadas. O Pacto Educativo reforça o rol de ações que objetivam não apenas melhorar os índices de alfabetização e assimilação do conteúdo pedagógico, mas, melhorar a qualidade de vida e as perspectivas de futuro de crianças, jovens e adultos por meio de uma educação de qualidade”.

Para os estudantes selecionados, as formações serão realizadas na modalidade de educação presencial no campus de Cuiabá-Várzea Grande. Os critérios de seleção estão disponíveis nos editais abaixo e seguem regras definidas no Plano Estadual de Educação, em consonância com o Plano Nacional de Educação 2014-2024 e a Lei 13.005/2014. Serão 840 bolsas integrais para cursos técnicos, 400 para pós-graduação e 400 para cursos de graduação. 

Também participaram da solenidade de assinatura do Pacto Educativo, Flavia Emanuelle (secretária-adjunta de RH da Seduc-MT), Gelson Megatti (presidente do Conselho Estadual de Educação), Eduardo Ferreira (presidente do União dos Dirigentes Municipais de Educação – UNDIME-MT), Padre Edson Sestare (União das Faculdades Católicas de MT) e Ana Maria Di Renzo (diretora acadêmica da Unifacc).

Serviço

Informações e inscrições podem ser solicitadas pelo e-mail e site oficial da Unifacc de 20 de janeiro a 08 de fevereiro. Para matrículas no curso de pós-graduação, somente pelo e-mail e site oficial da Seduc-MT, de 20 de janeiro a 05 de fevereiro.

 

Confira aqui os editais:

Graduação - Pacto Educativo

Cursos Técnicos - Pacto Educativo

Pós Graduação - Pacto Educativo