Pular para o conteúdo
Voltar

Educação do Campo e Quilombola é tema de fórum da Seduc-MT em Cuiabá

O evento reúne Diretores Regionais de Educação, diretores escolares e coordenadores pedagógicos para tratar de assuntos direcionados à Educação do Campo e Quilombola
Mailson Prado | Seduc-MT

Wesley Rodrigues
A | A

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), realiza em 22 e 23 de novembro, no auditório da Escola Superior de Contas do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), o 1º Fórum de Educação do Campo, em Cuiabá. O evento tem como objetivo discutir propostas que visem melhorar o atendimento nas 135 escolas do Campo no estado.

 

O evento é organizado pela equipe da Secretaria Adjunta de Gestão Educacional (SAGE), pela Superintendência de Diversidades (SUDI) e pela Coordenadoria de Educação do Campo e Quilombola (COCQ). A SUDI também é responsável pela Educação Indígena e Educação Especial.

 

A Secretária Adjunta de Gestão Educacional, Lélia Brun, enalteceu a presença maciça dos profissionais da Educação ao comentar sobre o empenho das equipes que vieram dos municípios do interior de Mato Grosso. “Sabemos que toda e qualquer ação exige esforço, principalmente nesse grande movimento da Educação Pública de Mato Grosso.  O Fórum faz parte de uma grande política, que é a Educação do Campo. Ela deve ser tratada com toda atenção. Que possamos contribuir efetivamente com essas diretrizes que estão sendo estabelecidas, bem como todas as ações que visam elevar o aprendizado do nosso estudante”, expressou.

 

A diretora Flavia Bezerra de Lima Viana, da Escola Estadual do Campo ‘Geraldo Santana dos Santos’, em Santo Afonso, afirmou que é muito importante debater o tema para tratar das políticas públicas relacionadas a Educação no Campo. “Esse momento é muito especial. Um encontro para dialogar e tratar das ações que regem as políticas públicas em ações efetivas para os nossos estudantes. Além disso, o evento vai elencar a nossa troca de experiências”, apontou a diretora.

 

Durante o primeiro dia do fórum, os mediadores apresentaram temas como as “Perspectivas e Avanços para a Educação no Campo”, e propuseram grupos de trabalho para mediar sobre os temas relacionados. Além disso, os participantes ainda debateram sobre as ações antirracista do ‘’Novembro Negro Cidadão’’, incluindo assuntos como “As Políticas da educação para as questões étnico-raciais’’ e “Apresentação de práticas exitosas”.

 

Para Lucia Aparecida Santos, superintendente de Diversidades, a realização do evento é um momento ímpar na Educação. “O Fórum de Educação do Campo é o fechamento de um ciclo dos Fóruns da diversidade. É uma grande realização, um orgulho da Superintendência de Diversidades, equipe engajada e que não mede esforços para melhorar a Educação Pública no Estado de Mato Grosso. Sabemos que são vocês que estão lá na ponta para construirmos uma política que vai fazer diferença na vida dos nossos estudantes”, finalizou.

 

O evento contou com uma participação especial do Grupo de Siriri da Escola Quilombola ‘Tereza Conceição Arruda’, de Nossa Senhora do Livramento. Os estudantes realizaram uma apresentação cultural e agraciaram o público com a dança regional, cheia de gingado e carisma.