Pular para o conteúdo
Voltar

Política Estadual de Educação Especial é feita a muitas mãos

É o momento de alunos, professores, gestores e diretores regionais contribuírem com as suas propostas para o documento final
Luciana Oliveira | Seduc MT

O objetivo da ampliação é possibilitar que mais envolvidos com o tema contribuam na construção do documento - Foto por: Pixabuy
O objetivo da ampliação é possibilitar que mais envolvidos com o tema contribuam na construção do documento
A | A

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) estendeu o prazo para receber mais contribuições ao documento que irá formatar a Política Estadual de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Vinte de maio é o último dia.

O objetivo da ampliação é possibilitar que mais envolvidos com o tema contribuam na construção do documento. Para isso, um novo cronograma de participação foi elaborado, entre os dias 09 a 13 de maio, a mobilização atende as unidades escolares, quando pais, mães, professores e alunos deverão dar sua contribuição.

Laura Pereira, que é mãe do aluno especial Henrique, de 15 anos, e cursa o 1° ano do Ensino Médio na Escola Estadual Souza Lima, em Várzea Grande, explica que seu filho teve o acompanhamento adequado desde cedo e hoje faz parte do ensino regular. A mãe de Henrique ressalta que a sala multifuncional foi fundamental para o bom desempenho do filho e defende que elas estejam em mais escolas.

“Queremos que nossos filhos aprendam e não penas estejam nas escolas. Por isso, toda escola que atende crianças especiais tinha que ter esse recurso e não tem inclusão, sem orientação. Um professor realmente só vai conseguir trabalhar bem, se for bem orientado para aproveitar os recursos de uma sala multifuncional”, frisou Laura.

Já para receber as sugestões das 15 Diretorias Regionais de Ensino (DRE), as datas se concentram entre 16 e 17 de maio. A Secretária Adjunta de Gestão Educacional da Seduc, Valdelice de Oliveira Holanda, chama a atenção da comunidade para os prazos, “o momento de participar é agora, pois, em julho, a Política Estadual de Educação Especial já estará implantada”.

A análise de todas as sugestões, sejam as enviadas ou as entregues até a audiência pública, será feita entre os dias 23 a 31 de maio, para então, efetivar a etapa de viabilidade jurídica e financeira das propostas, que ocorrerá do dia 01 ao dia 10 de junho.

Lúcia Santos, superintendente de Diversidades Educacionais salienta que “quanto mais envolvidos o documento contemplar, melhores serão as propostas, consequentemente, a Política Pública estará de fato atendendo à realidade de nosso Estado”.

A previsão para a realização do Fórum Estadual de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, que ocorrerá em Cuiabá, é dia 23 de junho, momento no qual o documento será referendado.

Serviço

Para enviar sugestões ou conhecer o texto da Política Estadual de Educação Especial, clique nos links abaixo.

Confira AQUI o texto base.

Acesse o formulário para a sociedade civil AQUI

Acesse o formulário para unidades escolares AQUI

Ou envie sugestão pelo e-mail: política.ed.especial@edu.mt.gov.br