Pular para o conteúdo
Voltar

Seduc inicia formação continuada para implantação do Novo Ensino Médio

O novo formato de ensino entra em vigor a partir de 2022 em Mato Grosso
Natália Leão | Seduc - MT

Painéis e troca de experiência durante evento de capacitação do Novo Ensino Médio - Foto por: David Borges
Painéis e troca de experiência durante evento de capacitação do Novo Ensino Médio
A | A

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) apresentou aos diretores, coordenadores, assessores pedagógicos e profissionais de unidades escolares, as principais mudanças da matriz curricular do Novo Ensino Médio. O evento foi realizado nesta segunda-feira (08.11), em Cuiabá.

Pensado no perfil dos jovens do século XXI, o encontro denominado “Foco no Ensino Médio” foi planejado para que, a partir do próximo ano letivo, além do ensino profissionalizante, os estudantes do primeiro ano possam contar os itinerários formativos nas quatro áreas de conhecimento. Linguagens e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias, Ciências Humanas e Socias Aplicadas são as opções eleitas pelos aluno fazendo parte da nova rotina de estudos.

Em atendimento a Lei 13.415/17, que alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, e documento de referência curricular para o Estado de Mato Grosso, o Ensino Médio contará com nova carga horária, passando de 800 horas para 1.000 horas compostas de formação geral e cinco itinerários formativos, em 2022.

Durante evento de abertura, o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, destacou que as mudanças a serem implementadas serão essenciais para aproximar o ensino da realidade dos jovens.

“Atualmente, 78% dos nossos jovens ingressam no mercado de trabalho têm dificuldade, devido à falta de qualificação em alguma área. A meta é que com os novos itinerários formativos, como o ensino técnico profissionalizante e o projeto de vida, nossos estudantes estejam mais preparados para que possam desempenhar as atividades com qualificação profissional especializada”.

O âmbito pessoal passa a fazer parte da aprendizagem dos estudantes. Com planejamento, o projeto de vida proporcionará que os jovens possam traçar objetivos estáveis carregados de sentido pessoal e orientados por valores éticos, de forma que o ensino oriente a tomada de decisões futuras.

Nesse sentido, é pelas trilhas de aprofundamento que os alunos terão em sua formação a indicação de propostas pedagógicas que contemplem tanto o prosseguimento dos estudos quanto o mundo do trabalho.

Para a secretária Adjunta de Gestão Educacional, Alcimaria Ataídes da Costa, o encontro com a Diretoria Regional de Ensino (DRE) de Cuiabá é o início de uma série de oportunidades de troca, entre gestores e professores, sobre as potencialidades pedagógicas que envolvem a nova matriz curricular do Ensino Médio.

“Nas próximas três semanas, apresentaremos os painéis e as formações necessárias para que tenhamos condições de superar o desafio que é capacitar os nossos profissionais. É pela troca que teremos a melhor performance de mudança no sistema de aprendizagem dos nossos estudantes”, disse a secretária. A programação segue até esta terça-feira (09.11), com painéis de discussão sobre a temática do ensino na rede pública.