Pular para o conteúdo
Voltar

Professor de Tangará faz doutorado em universidade da Espanha com apoio da Seduc

Daniel Aparecido Burgos de Araújo já está na Universidade de Santiago de Compostela, onde vai estudar pelos próximos 5 meses
Rebeca Cruz | Seduc MT

Daniel em frente a estação de trem, na Espanha - Foto por: Divulgação
Daniel em frente a estação de trem, na Espanha
A | A

“Triunfo, vitória e êxito alcançados, sentimento de felicidade, contentamento”. Essas foram as reações do professor Daniel Aparecido Burgos de Araújo ao saber que tinha conquistado uma das 1.400 bolsas disponibilizadas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para realizar um doutorado sanduíche, com parte dos estudos no exterior.

A Universidade de Santiago de Compostela, na Espanha, é a nova “casa” do educador mato-grossense pelos próximos cinco meses. Ele embarcou para a Europa no dia 9 deste mês. 

Professor de Espanhol da Escola Estadual 29 de Novembro, em Tangará da Serra, Daniel Burgos afirma estar entusiasmado com a oportunidade. “As expectativas são as melhores possíveis. Irei compreender um pouco mais da produção literária do autor em estudo, conhecer a parte cultural, a parte histórica, vivenciar cada lugar daqueles que apresentam tanta história e que têm tanta influência na nossa história como Brasil”.

Daniel relata que o processo para a aprovação foi longo, mas que o apoio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) foi fundamental para essa conquista. “É um processo que envolve criar um projeto envolvendo a tese, o estudo, depois um reflexo na comunidade escolar, o que aquilo pode contribuir na evolução tanto minha quanto dos meus alunos. Agradeço a Seduc e a CAPES pela oportunidade de estudar na Espanha”.

“Eu fiz um mestrado, ainda era contratado e estava trabalhando, foi complicado.  Agora, fiz a metade do doutorado também trabalhando, mas pude, finalmente, pedir licença para qualificação profissional. Essa licença é primordial para que meu texto ganhe um nível melhor, é um texto que vai receber âmbito internacional, vai ter participação da co-orientadora da Espanha na minha banca e é uma forma de divulgação do trabalho do Brasil”, acrescenta o doutorando.

Daniel conta que nunca foi para a Espanha e ressalta que nessa experiência vai estudar com professores do país para desenvolver sua tese, além de participar de eventos e seminários.

Qualificação Profissional

A licença, dispensa ou afastamento para Qualificação Profissional é uma concessão que permite aos servidores da educação dispensa simples para curso de pós-graduação e afastamento para curso no exterior.

Atualmente, a Seduc possui 182 servidores em afastamento, sendo 41 para Doutorado e 141 para Mestrado.

(Supervisionado por Andréia Fontes)

 





Editorias