Pular para o conteúdo
Voltar

Escola de Rondonópolis desenvolve trabalho de combate ao racismo

Da Assessoria | Seduc MT

A Escola teve o trabalho reconhecido nacionalmente. - Foto por: Divulgação
A Escola teve o trabalho reconhecido nacionalmente.
A | A

A Escola Estadual Dom Wunibaldo Talleur, localizada no município de Rondonópolis (a 212 quilômetros ao sul da Capital) desenvolve um trabalho de combate ao racismo e que teve a participação de todos os seus alunos. São premiados os estudantes que produzem as melhores redações que apresentam soluções para casos de racismo ocorridos na cidade.  

O projeto chegou a ser elogiado pelo Supremo Tribunal Federal cujo um dos ministros chegou a enviar uma carta de elogio aos responsáveis pelo projeto.      

Conforme o professor e intérprete de kreiol, Adly Gaby, a ideia do projeto surgiu com alunos imigrantes – haitianos e venezuelanos – que precisavam se enturmar com os demais colegas. Os trabalhos foram surpreendentes e cinco deles foram premiados.

Para a assessora pedagógica em Rondonópolis, Isabel Paulina Gonçalves, Adly Gaby encontrou neste projeto uma maneira muito eficaz no combate ao racismo, favorecendo  a inclusão. “Trata-se de uma ação coletiva e interdisciplinar, com grande participação dos estudantes e da comunidade escolar”, destaca.